vacinas-que-evitam-cancer

Quando chega outubro somos todos lembrados da importância de prevenir o câncer desde cedo. Além de hábitos saudáveis, exercícios, exames periódicos, existem 2 vacinas indispensáveis nessa receita de saúde e combate ao câncer. Essas vacinas são:

● HPV: A vacina contra o HPV ajuda na prevenção contra o câncer do colo do útero, do anus, de boca, de orofaringe e outros, causados pelo vírus dos tipos 16 e 18. Para os meninos, a indicação é na faixa etária de 9 a 26anos e, para meninas de 9 a 45 anos. Duas doses para menores de 15 anos e três doses para maiores.

● Hepatite B: As pessoas que têm infecções crônicas com o vírus da hepatite B têm um risco aumentado de desenvolver câncer de fígado. Portanto, tomando a vacina contra esse vírus reduz-se a chance de algumas pessoas contraírem o câncer. O Programa Nacional de Imunizações (PNI) adotou o esquema na rede pública de quatro doses: uma dose em formulação isolada ao nascimento e doses aos 2, 4 e 6 meses de vida, incluídas na vacina pentavalente de células inteiras. Já na rede privada o esquema é um pouco diferente, são três doses, uma ao nascer, depois com 2 e 6 meses, com a vacina hexavalente. Exceto prematuro que faz mais uma dose de hepatite B com 4 meses, pentavalente.

Alguns tipos de câncer são causados por vírus. Logo, prevenindo-se através destas vacinas, pode-se evitar alguns tipos dessa doença avassaladora. E não deixe para depois, mesmo agora durante esse período de afastamento social, é possível colocar as vacinas em dia sem sair de casa. No aplicativo Vacine.me por exemplo, você insere o endereço onde vai querer a aplicação, seleciona a vacina, compara preços, escolhe a clínica, agenda e pronto. Agora continue a leitura pra entender ainda melhor a importância destas vacinas no combate ao câncer! ; )

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de colo de útero é o terceiro tipo de câncer mais frequente em mulheres no Brasil e o quarto que mais gera mortes, tornando sua prevenção imprescindível. Além disso, estima-se que 90% das mulheres entram em contato com alguma cepa do vírus do HPV ao longo de sua vida, e os tipos principais que causam essa doença (16 e 18) representam 70% dos casos.

O HPV está envolvido em quase 100% dos casos de câncer de colo do útero, 85% dos casos de câncer de anus, 35% de orofaringe e 23% de boca. Vale ressaltar também que os cânceres de boca e garganta são o sexto tipo no mundo e seu surgimento está fortemente relacionado ao HPV e à prática de sexo oral. Percebe-se que o índice de tumores provocados pelo vírus é três vezes superior ao registrado no fim da década de 90, portanto, sua prevenção não deve ser, de modo algum, negligenciada.

Já a infecção crônica causada pela hepatite B representa o fator de risco mais comum para o câncer de fígado. Essa infecção pode levar à cirrose hepática, tornando-se responsável por tornar o câncer de fígado um dos mais incidentes em muitas partes do mundo, causando 700 mil mortes por ano. Só no Brasil, de 2011 a 2015, mais de 44 mil pessoas morreram por causa da doença, também por muitas vezes ser diagnosticado tardiamente. A contração do vírus da hepatite B, assim como alguns tipos do vírus HPV, pode ser facilmente evitados com a aplicação da vacina, evitando todas essas possíveis consequências.

O Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente que tem como intenção alertar a sociedade sobre o diagnóstico de câncer de mama, mas que também visa à disseminação de dados preventivos e à luta por tratamento de qualidade. Não restrito à esse mês, é importante ressaltar a atenção e o cuidado com a saúde, em todas as fases da vida.

Precisando se vacina, use o App Vacine.me, disponível na App Store e Google Play! ; ) Além de agendar a vacina para ser aplicada em casa ou onde desejar, é possível comparar preços, marcas!

Related Post

Deixe seu comentário

Posts recentes

como se vacinar durante a pandemia
o que é HPV?
vacinas-que-evitam-cancer
vacinação infantil
como preparar as crianças para não ter medo da vacina