vacina contra gripe

A gripe é uma das maiores causadoras de morte no mundo, afetando milhões todos os anos. Os grupos de risco são principalmente idosos e crianças. A vacinação contra a gripe é anual e uma das mais importantes medidas para se evitar complicações graves causadas pela doença. Infecções bacterianas e pneumonia são algumas delas. É importante saber com funciona essa vacina. 

Quem deve ser vacinado contra a gripe?

A vacina da gripe anual é recomendada a qualquer pessoa a partir de seis meses de idade. Infelizmente a oferta é limitada, logo, as pessoas que têm mais chances de terem complicações terão prioridade na hora de tomar.

Na rede pública de saúde brasileira, a vacina da influenza é dada apenas para idosos acima de 60 anos, crianças de até 5 anos, gestantes, trabalhadores da área da saúde, purpúreas, trabalhadores do sistema carcerário, presidiários e doentes crônicos.

Já nas clínicas de vacinação, não existe qualquer restrição para o recebimento anual. O que existe é uma recomendação da SBIM, que a vacinação anual seja feita em pessoas dos 6 meses de idade para cima.

Como a vacina contra a gripe funciona?

Cepas diferentes do vírus Myxovirus Influenzae compõe a vacina da gripe. O vírus é fragmentados, inativados e purificados. Hemaglutinina e neuraminidase são partes da superfície do vírus que são utilizados. É uma vacina que não vai causar doença, pois é inativada. 

A proteção que vem com a vacina tem como base a indução da produção de anticorpos que vão neutralizar o vírus. Especialmente contra a hemaglutinina viral que existe na vacina. Após 15 dias depois da vacinação, já pode ser conferida a imunidade desenvolvida. Ela dura de 6 meses a 1 ano. Os títulos máximos de anticorpos são obtidos de um a dois meses depois que a pessoa é vacinada. 

A composição da vacina da gripe pode mudar anualmente

Todo ano a OMS, Organização Mundial da Saúde, faz consultas técnicas, nos meses de fevereiro e setembro. Nessas consultas eles buscam recomendações das amostras vacinais candidatas. Essas amostras vão compor as vacinas para combater a influenza sazonal tanto no hemisfério norte quanto no sul. Por essa razão, a composição dela pode mudar a cada ano. 

É através da monitorização de casos feita pelo Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos, o CDC, e pelos centros colaboradores da Organização Mundial da Saúde em vários lugares do mundo, que é feita a escolha dos vírus usados na vacina daquele ano. 

Eficácia

A vacina contra a gripe vai proteger cerca de 60 a 70% dos casos. Ou seja, quando dez pessoas são infectadas, 3 ou 4 ainda podem sofrer com o vírus da influenza. Porém, esse número vai variar dependendo das próprias características do vírus e dos indivíduos. A influenza tem diferentes subtipos, varia na sua concentração geográfica e muta. 

As vacinas trivalente e quadrivalente 

Se você for a um posto de saúde público, vai contar com uma vacina que te protege contra os tipos H1N1, H3N2 e tipo B Victoria de influenza. Porém, existe a vacina quadrivalente,oferecida de forma particular, que além de combater os três tipos da primeira, também age contra o tipo B Yamagata

Grupos de risco

Certas pessoas vão ter um pouco mais de dificuldade na produção de anticorpos contra esse vírus, até mesmo depois de ser vacinar. São pessoas que por várias razões tem um sistema imunológico mais fraco do que os demais.

Mantenha a saúde em dia!

Sabia que é possível tomar a vacina anti-gripe em casa? Basta baixar o aplicativo do Vacine.me, já está disponível na Google Play e App Store, colocar o endereço onde quer ser atendido, escolher a vacina que deseja, comparar preços, agendar na clínica de sua preferência e pronto! No dia e hora marcada, um especialista irá até você aplicar a vacina no conforto e segurança do seu lar! ; )

Related Post

Deixe seu comentário

Posts recentes

vacina ACWY
vacina tríplice viral
caxumba
vacina contra gripe